20/02 – De repente 30

Um dia quando menos espera a gente acorda com 30 anos!

O dia 20 de fevereiro que nos interessa foi uma quarta-feira de cinzas. Ainda no dia 19 quase meia-noite, o médico olhou para a gestante e falou:



-Seu bebê ainda vai demorar para nascer, vou cochilar um pouco, ainda estamos em ritmo de carnaval.

Nem uma hora se passou, e a grávida começou a sentir as dores que anunciavam a chegada do seu filho e gritou para a enfermeira.

-Enfermeira! Meu filho está nascendo!
-Deixa de frescura “mãe”, fica quieta ai e tenta dormir um pouco.
-Estou dizendo que meu filho está nascendo, estou sentindo.
-Ah! Essas mães viu! Já disse… tente dormir.

A mãe já nervosa:

-Se meu filho cai aqui desta cama… eu mato você!

A enfermeira levantou aborrecida, foi fazer o exame de toque e dá um grito!

-Chamem o médico… a criança está nascendo!

E lá vem o médico, com cara de sono, limpando o rosto:

-Não disse que seu filho iria demorar para nascer? Por que você fez ele vir tão rápido?

E a criança nasceu, e a criança sou eu, e isso há exatos 30 anos. Agradeço a Deus por toda a vida que me deu, aos amigos que conheci, aos problemas que ultrapassei, e a tudo de bom e também pelas coisas ruins que aconteceu, pois tudo é graça e aprendizado, e, tenho aprendido muito nesse tempo.

Aproveito para dar os parabéns a Andréa Motta, que também aniversaria hoje. Parabéns, minha amiga, e tudo de bom! Quem desejar cumprimentá-la, clique AQUI.

Ronaldo - 1980
Ronaldo – 1980

About the Author

6 thoughts on “20/02 – De repente 30

  1. passei pra ti desejar meus parabéns pelos 30 anos,,,sou leitor de andréa motta e achei muito legal essa troca de vcs…e quanto ao seu texto – nada melhor do que ler a história por quem a viveu e a fez acontecer…parabéns amigão e muitos anos mais de histórias pra vc.

    tião

  2. Ah parabénss!!!

    Td de bom pra ti sempree!!

    Dahora o texto…q legal a história!! =D

    beijo beijo!!

  3. Eu ADOREI esse texto! rsrs
    Se nós tivéssemos combinado, talvez nem ficasse tão legal. Li seu texto para a minah mãe e rimos bastante com a sua mãe brigando com a enfermeira, enquanto a minha sequer queria ir pro hospital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may also like these

X