em Blog

Céu!


Naquela manhã ele olhou para o céu, azul e radiante, e no frio do outono sentiu-se feliz, pois teve a certeza de que alguém estava ali regendo sua vida, seu caminho.
Inclinou a cabeça rapidamente e se sentiu amado, mesmo longe, mesmo errado.

-Alguém me ama! – Disse a si mesmo.

Lembrou-se das folhas que caiam, do inverno que estava pra chegar, e, sabia que depois do inverno renasceria mais forte.
Olhou para o céu novamente e agradeceu pela vida, pelo tempo, pelos seus e sorriu.
Nada de palavras, em seu silencio intimo lá estava, diante de si mesmo, diante do céu, diante de Deus.

“Por sobre as nuvens,
existe um lindo céu,
maravilhoso céu…”

(Itálo Villar)

Escreva seu comentário

Comentário