Coisas de Pai!


Me escolheste
Carpinteiro
Um Trabalhador
E assim mesmo
Sem riqueza sou teu cuidador

Se a mim veio
Tão perfeito
lindo assim será
Para sempre filho amado
Pequeno Rei

Não sabia
Quando o anjo veio me falar
Que seria tão bonito
Teu sorriso e mais

Tão pequeno, mãos e dedos
E um pequeno olhar
Os cabelos e esse jeito
Mias lindo que o mar

Fui mais que abençoado, filho
Por ter tudo acontecido
Em meus braços
Naquela noite
Na noite em que as estrelas vi nascer.
(Maninho – Papel Dobrado)

******

Um Santo e abençoado Natal para todos, que todos saibam realmente sua essência e
seu sentido.

“Bate o sino pequenino;
Sino de Belém…”
(Popular)

About the Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may also like these

X