em Blog

Mesmo assim!

Já não lembrava muito da data, mas o acontecido ainda estava claro em seu coração, ainda havia a dor e a saudade, o vazio e a falta, mas… estava mais brando.

Agora ele queria aproveitar, se divertir, viver.

E o outro o queria, e ele queria o outro, mas não queria querer-lo

Trabalhava, treinava, estudava… seu tempo andava curto, já não tinha nem mais tempo para vê-lo… mas arrumava tempo.

Novos amigos, velhas aventuras, velhos amigos, novas aventuras.

Conversas, ligações, textos, e-mails.

Tudo passa depressa, quase não via, e ao mesmo tempo tudo o que se via era guardado em sua mente em seu coração.

A oferta foi feita, a propaganda anunciada, era o que queria, mas mesmo assim, tinha suas dúvidas.

No final, só resta a decisão. E esta, mesmo com todas as conversas, todos os e-mails, todos os conselhos e etc., ele vai ter que tomar sozinho, arcando com todas as conseqüências.

…se tudo está certo
mesmo assim a incerteza existe…
(Rosa de Saron)

Escreva seu comentário

Comentário