em Blog

Volta!

Em volta, de volta estava eu, passando por vários lugares e situações, por aspectos e ângulos diversos de uma realidade sem limites, por pensamentos limitados de pessoas que se aglomeravam em frente a uma cadeia, enquanto outros jaziam em mansões luxuosas em bairros nobres elaborando novas façanhas.

Lá sim, estava eu passando por ali, vendo o carro velho a se empurrar, vendo o motorista guiar o carro novo.

O som da rodovia me levava, e levava meu pensamento, que tentava imaginar o que sentia todos.

Ao longe, longe de mim tudo se passava, só meu olhar os alcançavam, vendo a oportunidade fornecida pelo outro que perdeu.

E assim, na curta viagem de volta, voltei ao normal. Diferente… mas normal.

“Se o país não for pra cada um,
Pode esta certo, não vai se pra nenhum“. –
Skank

Escreva seu comentário

Comentário

  1. É…
    quando se conhece alguns padrões da vida, vc acaba conseguindo observar a vida de um modo diferente, mas bem mais proveitoso…como vc fez!!!
    Essas ingularidades é que perfazem a vida….
    Show, Ronaldo!!!!!
    Um abraço!!!!
    Esteja em, Paz

  2. Dizia um amigo que é de grande sabedoria quem consegue tirar algo de sábio das musicas do skank.
    Tentei achar uma linha condutora pras palavras em negrito, como uma mensagem subliminar de devoção ao demonio, por exemplo.
    Não achei.
    hihihihi

  3. É..enquanto várias pessoas tem a repressão física outras se aproveitam deste caso para focar o seu próprio interesse!
    Fazer o que! O mundo é assim…enquanto uns choram outros dão risada…
    A ajuda nunca é demais quando estamos sozinhos, ou pelo menos empurrando um simples carro!
    Belezinha…Um abração